Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Obra gera protesto em Loures

As obras de alargamento da Auto-Estrada 8 (A8), de duas para três vias em cada sentido, entre Loures e a Malveira, estão a gerar protestos pela falta de condições de segurança para os automobilistas. As maiores críticas surgem no concelho de Loures, devido ao acréscimo de veículos pesados na Estrada Nacional 8.
5 de Julho de 2010 às 00:30
Obras na A8 deverão ficar concluídas até Dezembro
Obras na A8 deverão ficar concluídas até Dezembro FOTO: Sérgio Lemos

Manuel João Ramos, presidente da Associação dos Cidadãos Automobilizados (ACA-M), considera que "não estão acauteladas as condições de segurança dos automobilistas" e diz que é "lamentável que numa auto-estrada em más condições continuem a ser cobradas portagens" pela concessionária, a Auto-Estradas do Atlântico.

Manuel João Ramos entende que a sinalização vertical, colocada em resultado das obras, é insuficiente e as barreiras de protecção são frequentemente danificadas pelos automóveis. O dirigente da ACA-M acrescenta que não há fiscalização que impeça os automobilistas de circularem acima dos 80 km/h.

As obras levaram nove mil utentes das Auto-Estradas do Atlântico a assinar um petição em que exigem que sejam eliminados os problemas de traçado identificados num relatório, de Janeiro deste ano, da responsabilidade do Observatório de Segurança de Estradas e Cidades. A petição foi entregue em Abril no Ministério das Obras Públicas, Transportes e Comunicações.

A petição, desencadeada pelo PSD de Torres Vedras, defende também o fim das portagens até que sejam terminadas as obras. A detecção de problemas de segurança na ponte sobre o rio Loures impede a circulação de veículos pesados neste troço de ligação entre a Circular Regional Interior de Lisboa (CRIL) e Loures.

A alternativa passa então pela circulação dos camiões pela zona interior do concelho de Loures, pela Estrada Nacional 8, de forte concentração urbana.

As obras provocam, nas horas de ponta, um maior congestionamento do trânsito à entrada de Lisboa, com os consequentes acidentes e engarrafamentos.

APONTAMENTOS

69 MILHÕES DE EUROS

As obras de alargamento da A8 representam um investimento de 69 milhões de euros, repartidos em duas áreas de intervenção: 35 milhões entre Loures e na Malveira (Mafra) e 34 entre Loures e a CRIL.

PRONTA EM DEZEMBRO

A serem cumpridos os prazos da obra, as três vias em cada sentido ficarão concluídas em Dezembro. As maiores chuvas dos últimos cem anos na área da Grande Lisboa e a elevada circulação automóvel atrasaram os trabalhos.

35 MIL VEÍCULOS

A obrigatoriedade das obras resulta de terem sido ultrapassados os 35 mil veículos diários em cada sentido.

A existência de duas grandes superfícies comerciais em Loures aumentou o tráfego.

DEZ MINUTOS

A dez minutos de Lisboa, a portagem para ligeiros no percurso até à Malveira é de 75 cêntimos.

A A8 é uma das duas opções de ligação Lisboa-Porto e dá acesso às praias do Oeste.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)