Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Odivelas: Vereador alcolizado estava de serviço

Hugo Martins, o vereador da Câmara de Odivelas, que presumivelmente se despistou na A9, com excesso de álcool no sangue, encontrava-se nessa noite ao serviço do município, revela esta terça-feira a agência Lusa, com base numa nota da presidente da Câmara.
15 de Dezembro de 2009 às 20:46
Hugo Martins
Hugo Martins

O caso remonta à madrugada de 6 de Dezembro, data em que, de acordo  com um relatório da GNR, o vereador, que seguia num Audi A4, despistou-se às 05h30 ao quilómetro 22,8 da A9 (Circular Regional Exterior de Lisboa - CREL), apresentando 1,67 gramas de álcool por litro de sangue.  

De acordo com fonte da GNR, após o despiste, o responsável pela pasta do Desporto, Obras Municipais e Transportes e Oficinas agrediu os elementos daquela força policial e acabou por ser 'constituído arguido, com termo  de identidade e residência'.  

Hugo Martins desmentiu esta versão um dia depois do acidente, alegando ter sido agredido pela força policial.

Agora, numa nota de esclarecimento assinada pela presidente da Câmara  e lida durante a reunião Assembleia Municipal realizada na segunda-feira, Susana Amador afirma que o vereador em causa 'estava nessa noite em representação  do município na Gala da Associação Lusa de Artes Marciais Coreanas', na Ramada, entre as 18h00 e as 21h00.  

A nota salienta ainda que 'após essa representação o carro ficado parqueado junto à residência dos seus pais, em Tojal, Loures, enquanto este foi a um convívio  familiar', tendo só voltado a usar a viatura municipal para regressar à sua residência.  

A autarca critica ainda as posições assumidas pela CDU e pelo Bloco  de Esquerda,  reagindo às notícias do acidente. 

'Consideramos lamentáveis as posições já assumidas por alguns partidos,  que dão como integralmente correctas as notícias veiculadas nos órgãos de  Comunicação Social, sem que seja atribuido o beneficio da dúvida ao senhor  vereador Hugo Martins, cujo bom nome foi duramente atacado, e cuja carreira  profissional, cívica, e políticas são impolutas', pode ler-se na nota, onde é também explicada a existência de um processo de averiguações para averiguar o que se passou na noite de 6 de Dezembro.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)