Barra Medialivre

Correio da Manhã

Portugal
2
Siga o CM no WhatsApp e acompanhe as principais notícias da atualidade Seguir

Oficiais da Guarda criticam "diferenciação negativa" entre as polícias

Em causa está a diferença de valores dos suplementos de função e de risco entre a PJ e as restantes forças policiais e militares.
Correio da Manhã 2 de Dezembro de 2023 às 17:44
GNR
GNR
A Associação Nacional dos Oficiais da Guarda criticou a "diferenciação negativa" entre as polícias, este sábado.

Através de um comunicado a que o CM teve acesso, a associação criticou as "condições de risco, insalubridade e penosidade" a que estão sujeitos "diariamente" os militares da GNR. "Não conseguimos vislumbrar qualquer outra função pública com maior exposição a esse mesmo risco", apontou.

A indignação dos Oficiais prende-se com a diferença de valores dos suplementos de função e de risco entre a PJ e as restantes forças policiais e militares. Os inspetores da PJ vão receber um suplemento de missão no valor de 996 euros, pago 14 vezes por ano.

Os Oficiais consideraram "ofensiva e humilhante a diferenciação negativa, que atenta contra a família militar e contra a generalidade da família policial".

"Aos que nos governam e àqueles que nos poderão vir a governar, só esperamos que a sensatez e a razoabilidade estejam presentes nas próximas decisões", concluiu a associação.
Forças policiais Governo Polícia Família Guarda Nacional Republicana
Ver comentários
C-Studio