Oficial do Exército acusado pelo Ministério Público de peculato de uso e abuso de poder

Arguido está acusado da prática de cinco crimes que decorrem de factos praticados entre 2013 e 2016.
Por Lusa|15.04.19
O Ministério Público (MP) deduziu acusação contra um oficial do Exército Português que exercia funções de comando, por peculato de uso e abuso de poder, divulgou o Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Évora.

Em comunicado publicado na página de Internet do DIAP de Évora e consultado esta segunda-feira pela agência Lusa, o MP refere que o arguido está acusado da prática de dois crimes de peculato de uso e três de abuso de poder.

Os alegados crimes, refere o MP, decorrem de factos praticados entre 2013 e 2016, período durante o qual o arguido, um oficial dos quadros permanentes do Exército Português, exercia funções de comando numa unidade militar, sem precisar qual.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!