Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

OLÍMPIA REABRE EM 2004

A Câmara Municipal de Lisboa intimou os proprietários do antigo cinema Olímpia, na Rua dos Condes, a realizarem obras no edifício. Caso não o façam, a autarquia ameaça tomar posse administrativa do imóvel para, ela mesma, fazer os trabalhos que permitam ao encenador e produtor teatral Filipe La Féria transformar o espaço num teatro. O que só acontecerá em 2004.
15 de Julho de 2003 às 00:00
La Féria propôs já aos proprietários a compra do edifício para o transformar num grande teatro
La Féria propôs já aos proprietários a compra do edifício para o transformar num grande teatro FOTO: Pedro Catarino
Segundo o edital fixado pela Câmara na porta do antigo cinema, os proprietários têm de iniciar as obras no antigo cinema até quinta-feira, e têm três meses para concluí-las.
Caso os proprietários não cumpram os prazos estipulados, a autarquia instaurará um processo de contra-ordenação; e se os trabalhos não avançarem, então o município fará as obras coercivamente.
Satisfeito com a intimação está Filipe La Féria, que em Maio adquiriu a sociedade do cinema Olímpia, para transformá-lo num teatro.
“Quando comprei a sociedade pensei que bastava realizar umas pequenas obras para abrir o espaço”, lembrou ao Correio da Manhã. Recorde-se que, na altura La Féria chegou a avançar com o mês de Setembro para a reabertura do recinto.
“Mas depois visitei-o e vi que estava tão degradado que não permitia a sua transformação em teatro. É o mesmo que comprar uma casa e não poder ocupá-la porque o tecto, entretanto, caiu”, exemplifica, lamentando o tempo e o dinheiro já perdidos.
“Até comprei os direitos de uma peça para a pôr em exibição.”
Agora, o encenador e produtor afirma-se “espectante” quanto ao desenrolar do processo.
La Féria adiantou ainda ao CM que propôs já aos proprietários a compra integral do imóvel e aguarda uma resposta. “Se se concretizar, em vez de um teatro para 200 pessoas farei um para 500”, revelou. Todavia, quer um quer outro, só em meados de 2004 é que abrirá as portas.
OUTROS DADOS
TRÂNSITO
Filipe La Féria gostaria que a Rua dos Condes fosse reabilitada e cortada ao trânsito rodoviário. Só para cargas e descargas, a via, calcetada e com esplanadas, “seria uma sequência da Rua das Portas de Santo Antão”, onde está o Politeama.
SEGURANÇA
Com o encerramento do cinema Olímpia — que se dedicava à exibição de filmes pornográficos – a Rua dos Condes melhorou em termos de segurança, disse o encenador, que no ano passado tinha alertado para os assaltos aos artistas do Politeama.
HISTÓRIA
Construído por um filho de irlandeses radicados em Portugal, o Olímpia foi inaugurado em 1911, com salões para concertos, exibições animatográficas, gabinete de leitura e restaurante. Em 1974, a sala passou a ser local de exibição de filmes pornográficos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)