Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Onda de calor já dura há 11 dias

Uma onda de calor está a afectar há já 11 dias o interior Centro-Sul de Portugal Continental, fazendo sentir os seus efeitos sobretudo nas Penhas Douradas, Portalegre, Castelo Branco, Elvas e Benavila (concelho de Avis, Portalegre).
18 de Março de 2009 às 08:52
Onda de calor já dura há 11 dias
Onda de calor já dura há 11 dias FOTO: d.r.

De acordo com informação do Instituto de Meteorologia (IM), desde o dia 7 de Março que os valores da temperatura máxima do ar são altos e muito superiores aos respectivos valores médios, com base na análise do período 1971-2000.

O IM assinala que os desvios da temperatura máxima em relação aos valores médios atingiram valores superiores a oito graus em grande parte do território e em particular nas regiões do interior.  

Esta situação de ondas de calor “tem ocorrido com alguma frequência em Março, não tendo portanto carácter excepcional”, refere o IM, acrescentando que, desde 1990, ocorreram ondas de calor neste mês em 1992, 1994, 1995, 1997, 1998, 2000 e 2002.

O IM assinala ainda que os valores da temperatura máxima até 17 de Março deste ano não ultrapassaram os valores mais altos anteriormente observados, sobretudo em Março de 2002.

O valor mais alto de temperatura máxima registado em Março deste ano, e até terça-feira, foi de 29,1 graus em Ponte de Lima e verificou-se na passada segunda-feira.  

O valor máximo absoluto observado em Portugal Continental durante o mês de Março foi de 31,6 graus e foi registado em 31 de Março de 2005, na Amareleja, no concelho de Moura (Beja).

O IM prevê uma pequena descida da temperatura máxima no próximo sábado.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)