Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Onze polícias julgados por cegar adepto do Boavista com socos, cotoveladas, pontapés e pancadas de cassetete

Agentes respondem por agressão com socos, cotoveladas, pontapés e pancadas de cassetete a adepto do Boavista.
Fátima Vilaça 18 de Setembro de 2019 às 09:10
Polícia
Polícia xx
Polícia xx
Polícia
Polícia xx
Polícia xx
Polícia
Polícia xx
Polícia xx
Onze agentes do Corpo de Intervenção da PSP começam esta quarta-feira a ser julgados no Tribunal de Guimarães, pela agressão com socos, cotoveladas, pontapés e pancadas de cassetete a um adepto do Boavista, que o deixou cego de um olho.

Os arguidos respondem pelo crime de ofensa à integridade física grave qualificada, por factos que remontam a 03 de outubro de 2014, antes de um jogo entre o Vitória de Guimarães e o Boavista, no Estádio D. Afonso Henriques.

Segundo a acusação, o adepto - assistente no processo - foi abordado à saída do autocarro. Um dos arguidos "derrubou-o ao solo, colocou-lhe um joelho por cima das costas e fê-lo permanecer deitado no solo de cara para baixo".

Diz a acusação que, depois, ele e outros dois arguidos "bateram no referido adepto", enquanto os demais arguidos formavam um círculo que impedia o socorro. O julgamento decorre nas chamadas Varas Mistas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)