Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Operação acaba com rave ilegal

Eram mais de cem pessoas, com 28 viaturas – nove das quais camiões adaptados a auto-caravanas – e 15 cães. Na madrugada de ontem, concentraram-se junto ao areal da praia do Barranco, no concelho de Vila do Bispo, em pleno Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina (PNSACV), para uma rave ilegal.
28 de Abril de 2010 às 00:30
A rave ilegal decorria junto ao areal da praia do Barranco, Vila do Bispo, em plena área do Parque Natural
A rave ilegal decorria junto ao areal da praia do Barranco, Vila do Bispo, em plena área do Parque Natural FOTO: Nuno Jesus

As autoridades acabaram com a festa e obrigaram os participantes a limpar a zona e a abandonar o local.

Segundo o CM apurou junto do comandante da Capitania do Porto de Lagos, Cruz Martins, a operação da Polícia Marítima (PM) com o apoio da GNR de Lagos e Vila do Bispo e elementos do PNSACV decorreu "entre as 00h30 e as 04h30".

"Não é permitido estacionar entre as 00h00 e as 08h00 nas áreas do parque. A PM tem vindo a monitorizar a zona, a fim de controlar o campismo e caravanismo ilegais. Mal foi detectada a situação, actuámos", esclareceu o responsável.

Quando as autoridades chegaram depararam-se com um cenário de ‘rave com música alta. A bebida também não faltava. Os estrangeiros – italianos, franceses e alemães – foram informados de que não podiam estar ali e obrigados a arrumar e limpar tudo. Não foram identificados.

"Situações destas não serão toleradas. Nesse sentido, a PM está a apertar a fiscalização na área do parque", alertou Cruz Martins.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)