Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

‘Orelhas’ paga 16 mil euros a árbitro que agrediu no Porto

Pena suspensa e proibição de ir a estádios durante 11 meses.
Paulo Jorge Duarte 1 de Dezembro de 2018 às 11:00
Marco Gonçalves foi a tribunal acompanhado de 'Macaco', cabecilha da claque do FC Porto
Marco Gonçalves foi a tribunal acompanhado de 'Macaco', cabecilha da claque do FC Porto
Marco Gonçalves foi a tribunal acompanhado de 'Macaco', cabecilha da claque do FC Porto
Marco Gonçalves foi a tribunal acompanhado de 'Macaco', cabecilha da claque do FC Porto
Marco Gonçalves foi a tribunal acompanhado de 'Macaco', cabecilha da claque do FC Porto
Marco Gonçalves foi a tribunal acompanhado de 'Macaco', cabecilha da claque do FC Porto
Marco Gonçalves foi a tribunal acompanhado de 'Macaco', cabecilha da claque do FC Porto
Marco Gonçalves foi a tribunal acompanhado de 'Macaco', cabecilha da claque do FC Porto
Marco Gonçalves foi a tribunal acompanhado de 'Macaco', cabecilha da claque do FC Porto
Marco Gonçalves foi a tribunal acompanhado de 'Macaco', cabecilha da claque do FC Porto
Marco Gonçalves foi a tribunal acompanhado de 'Macaco', cabecilha da claque do FC Porto
Marco Gonçalves foi a tribunal acompanhado de 'Macaco', cabecilha da claque do FC Porto
Marco Gonçalves foi a tribunal acompanhado de 'Macaco', cabecilha da claque do FC Porto
Marco Gonçalves foi a tribunal acompanhado de 'Macaco', cabecilha da claque do FC Porto
Marco Gonçalves foi a tribunal acompanhado de 'Macaco', cabecilha da claque do FC Porto
Marco Gonçalves foi esta sexta-feira condenado, pelo Tribunal de Gondomar, a 11 meses de prisão, em pena suspensa pelo período de 24 meses, pelo crime de ofensas à integridade física qualificada.

O também elemento da claque do FC Porto, Super Dragões, conhecido como ‘Orelhas’, agrediu, com uma violenta joelhada no rosto, o árbitro portuense José Rodrigues, no jogo entre o Rio Tinto e o Canelas 2010, em maio de 2017, em partida das divisões distritais do Porto.

O arguido foi ainda punido com uma indemnização total de 16 mil euros ao árbitro, dos quais 3600 terão de ser pagos em 24 meses de forma a garantir a suspensão da pena de cadeia. O então jogador do Canelas 2010 fica igualmente proibido de frequentar estádios de futebol por 11 meses.

"O arguido pediu desculpas e mostrou arrependimento nos dias seguintes à agressão e também durante o julgamento. O tribunal teve esse facto em consideração", revelou a juíza durante a leitura da sentença.

"O Marco confessou a agressão e, por isso, já esperava a condenação, mas foi uma decisão razoável e ponderada. O meu cliente terá de pagar uma indemnização ao árbitro, porém, neste processo, todos ficámos a perder", referiu Nelson Sousa, advogado do arguido.

"Pedimos 32 mil euros de indemnização e o tribunal decidiu-se por 16 mil euros. Vamos analisar a sentença e ponderar a possibilidade de apresentar recurso", afirmou Miguel Marques Oliveira, advogado do árbitro José Rodrigues.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)