Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

OS SUPER-RATLETAS PARA A MARRATONA

Um pequeno roedor transformado num super-rato? Parece um enredo de desenhos animados, mas é mais ou menos o que uma equipa de cientistas norte-americanos conseguiu, ao alterar um gene de um ratinho de laboratório. O animal transformou-se num maratonista, capaz de correr durante horas a fio e comer como um desalmado sem engordar. Uma espécie de dopagem genética.
25 de Agosto de 2004 às 00:00
A notícia deixa em estado de alerta os defensores do desporto saudável e do ideal olímpico, uma vez que a descoberta pode, teoricamente, levar ao desenvolvimento de substâncias capazes de dar a um atleta todos os benefícios da preparação física sem a necessidade de suar a camisola. Um comprimido para substituir o exercício é um cenário admitido por Ronald Evans, investigador do Instituto Salk de Estudos Biológicos que liderou o estudo. “Seria uma pílula que imita a actividade metabólica associada ao exercício”, explica o cientista. Mas os investigadores alegam que o alvo é outro. “A nossa meta é, em parte, o desenvolvimento de tratamentos para as doenças relacionadas com o metabolismo, como a diabetes e a obesidade”, diz Evans.
O resultado foi conseguido através da manipulação de um gene chamado PPAR-delta (uma espécie de regulador de diferentes genes). Estimulando-o, os cientistas conseguiram aumentar o metabolismo. Dito de uma forma simples, o que fizeram foi alterar o gene PPAR-delta de forma a que esteja sempre ‘ligado’ e implantaram-no assim, através de engenharia genética, nos ratinhos.
Os ratos geneticamente modificados são capazes de correr mais uma hora do que os ratos normais, ou seja, percorreram sem parar uma distância equivalente a 1800 metros, enquanto os ratos normais não passam de 900. Além disso, os super-ratos não ganham peso quando submetidos a uma dieta rica em gorduras. Embora tenham usado manipulação genética, os cientistas consideram que a tecnologia actual permite criar uma pílula com os mesmos efeitos.
As longas horas no ginásio vão ser substituídas por um comprimido?
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)