Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Ourives roubado e amordaçado

António Gomes, de 63 anos, viveu quinze minutos de terror. Ontem, quando acabava de abrir a ourivesaria, no centro histórico da Marinha Grande, entrou um casal que pediu para ver as alianças. Assim que abriu o cofre, foi ameaçado com uma faca, amordaçado e amarrado com fita adesiva. Os assaltantes levaram tudo o que havia no cofre e fugiram a pé.
26 de Maio de 2012 às 01:00
António Gomes, de 63 anos, foi ferido no pescoço pelos assaltantes
António Gomes, de 63 anos, foi ferido no pescoço pelos assaltantes FOTO: Ricardo Almeida

Amarrado, o homem conseguiu arrastar-se pelo chão da ourivesaria e chegar à porta, gritando por socorro. Foi auxiliado pelos comerciantes da rua e ainda recebeu tratamento no Centro de Saúde, devido a alguns golpes de faca no pescoço.

"Levaram tudo o que estava no cofre: 17 pastas com ouro", relatou, assegurando que o prejuízo foi grande, na ordem das dezenas de milhar de euros. Não conseguiu precisar o valor.

Tratou-se da quinta vez que o ourives foi assaltado no espaço de 29 anos, desde que abriu o estabelecimento. "Mas este foi o roubo mais violento e que provocou maior prejuízo", explicou. Depois de sofrer mais este assalto, António Gomes pondera vir a abandonar o negócio. "Isto começa a ser um risco demasiado alto e que não compensa", afirmou ao CM. O casal ainda foi avistado, na fuga, por alguns comerciantes das redondezas. O caso está a ser investigado pela PJ de Leiria.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)