Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Ourives tranca ladrões na loja

Era para ser um assalto a uma ourivesaria, mas a perspicácia de uma funcionária e a destreza do dono da loja impediram os intentos de três jovens romenos.
15 de Julho de 2010 às 00:30
A ourivesaria Ramos, em Monção, que trabalha à porta fechada, foi ontem alvo de uma tentativa de assalto
A ourivesaria Ramos, em Monção, que trabalha à porta fechada, foi ontem alvo de uma tentativa de assalto FOTO: DIREITOS RESERVADOS

Ontem, pouco depois do meio--dia, dois rapazes e uma rapariga entraram na ourivesaria Ramos, em Monção, e por pouco não roubaram 30 mil euros em fios de ouro.

Enquanto os dois rapazes, de 18 e 19 anos, simulavam a escolha de colares, a rapariga, de 18, foi ao interior do balcão e retirou dois rolos de fios em ouro e escondeu-os no forro da saia.

De imediato, a funcionária deu pela falta do ouro e alertou o patrão. Ao ver que o trio se preparava para fugir, Nuno Ramos desceu as grades exteriores e impediu a fuga. Ficaram ‘presos’ na ourivesaria os três romenos, que residem em Oliveira de Azeméis, o dono da loja, uma funcionária e um cliente.

Os ladrões, que começaram por jurar que não tinham roubado nada, entregaram o ouro a Nuno Ramos e disseram-lhe que lhe davam os 980 euros que possuíam se os deixassem ir embora.

'Eles tentaram subornar o meu marido, mas ele não se deixou intimidar', disse ao CM Maria José Rodrigues, dona da loja.

A GNR deteve os ladrões, apreendeu o dinheiro e algum ouro que possuíam, fruto de outros roubos. Levados a tribunal, foram soltos e notificados para se apresentarem, hoje, ao juiz.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)