Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Ozono deixou de diminuir

Dezassete anos depois de ter sido assinado o Protocolo de Montreal, o primeiro acordo internacional para reduzir os gases que destroem a camada de ozono, os resultados revelam-se positivos, uma vez que estudos científicos indicam que o escudo protector da Terra parou de diminuir.
16 de Setembro de 2006 às 00:00
Segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU), o consumo mundial de CFC – os gases responsáveis pela destruição da camada de ozono, usados em frigoríficos e outros aparelhos de frio – caiu dez vezes, possibilitando a estabilização da camada de ozono.
Diamantino Henriques, do Instituto de Meteorologia, diz que, apesar dos resultados obtidos pela forçada substituição dos CFC nos aparelhos de frio por outros gases que não prejudicam o ozono, é prematuro dizer que o ozono está a recuperar, uma vez que não existe informação estatística. “Espera-se uma recuperação nos próximos dez anos mas, por enquanto, só se pode falar em estabilização”, disse Diamantino Henriques.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)