Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Padre acusado de abusos começou a ser julgado

Julgamento do vice-reitor do Fundão já teve início. Padre irá responder por 19 crimes de abusos sexuais a menores.
19 de Setembro de 2013 às 11:17
O vice-reitor do seminário do Fundão estava em prisão domiciliária
O vice-reitor do seminário do Fundão estava em prisão domiciliária

Luís Miguel Mendes, o vice-reitor do Seminário do Fundão, já estará a ser ouvido no interior do Tribunal. O padre, acusado de 19 crimes sexuais, chegou às instalações por volta das 08h30, num carro de vidro fumados. Vinha deitado no banco de trás para evitar que os jornalistas captassem qualquer imagem. Entrou depois diretamente no tribunal do Fundão.

O julgamento está a decorrer à porta fechada, uma vez que estão em causa crimes sexuais. Luís Miguel Mendes, de 37 anos e que está em prisão domiciliária, nunca assumiu ter abusado dos seis menores e disse que os tratava como filhos.

A sessão de hoje irá prolongar-se até ao final. Estão já marcadas mais quatro audiências, sendo que a última está agendada para o dia 16 de Outubro.

Luís Miguel Mendes padre Fundão tribunal crimes sexuais menores
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)