Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

PADRE PRESO COM FOTOS DE MENORES

Um pároco luso-americano, que dirigia há dois anos a Diocese de Fall River, em New Bedford, foi acusado da posse de pornografia infantil e, como tal, suspenso das suas funções. O julgamento deve começar no final de Dezembro.
11 de Novembro de 2004 às 00:00
A notícia surpreendeu membros da igreja e paroquianos, pois “Stephen Fernandes, de 54 anos, é estimado por todos”, escreve o jornal ‘Portuguese Times’.
Fernandes foi denunciado por um técnico de informática que, chamado a resolver um problema no computador portátil do padre, descobriu as imagens: crianças a praticar actos sexuais com um adulto e um rapaz, que o pároco terá contactado, através da internet, fazendo-se passar por uma menina de 12 anos “em actividades sexuais em frente a uma câmara de vídeo”, refere o ‘DN’.
Alertada, a Diocese participou o caso ao promotor de justiça e, numa busca realizada à residência paroquial, a polícia confiscou um computador com cerca de 5.000 fotografias de rapazes e homens, 150 vídeos de pornografia infantil e vários livros sobre adolescentes homossexuais e a vida religiosa de homossexuais.
Fernandes já foi presente a Tribunal, onde se declarou inocente, e irá aguardar julgamento em liberdade, pois pagou uma caução de cerca de 3800 euros. O juiz fixou a data de 28 de Dezembro para o início do julgamento.
Antiaborto
Manifestando a intenção de cooperar com as autoridades, a Diocese de Fall River pede aos paroquianos que contactem o promotor de justiça do condado de Bristol, caso tenham alguma informação.
Stephan Fernandes, descendente de emigrantes portugueses, nasceu em Nova Bedford e foi ordenado em 1975. Em 1990 passou a dirigir o Apóstolo Pró-vida, coordenando a campanha antiaborto, facto que contribuiu para a surpresa sentida agora pelos seus paroquianos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)