Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Padre quer dar livro a reclusos

O padre que foi sequestrado em 2006 na cadeia de Pinheiro da Cruz, Grândola, quer entregar um exemplar do livro, que escreveu sobre o drama vivido no estabelecimento, aos dois reclusos que o mantiveram prisioneiro durante 20 horas.
22 de Dezembro de 2008 às 00:30
Júlio Lemos apresentou livro
Júlio Lemos apresentou livro FOTO: direitos reservados

"Tenho esse sonho. Quando tiver oportunidade quero visitá-los na prisão para lhes dar um exemplar", disse ontem ao CM Júlio Lemos, após a apresentação do livro ‘20 horas’, que decorreu no Centro Cultural da Igreja de Sabóia , Odemira.

No livro, Júlio Lemos relata na primeira pessoa todos os detalhes sobre o dia 5 de Novembro de 2006, quando era o capelão da cadeia. Durante horas foi mantido pelos reclusos dentro da capela com uma faca apontada ao pescoço – accionada por um dispositivo. O sequestro foi resolvido pela GNR.

"O livro relata os gestos e o meu interior. Conta momentos extraordinários e angustiantes, quando pensava nas última horas de vida", disse.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)