Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Padre Rui anda a apagar fogos

De vigilante das almas, o padre Rui Pereira passou a vigilante das florestas. Depois de ter desistido da vida religiosa para viver um amor proibido com a paroquiana Maria de Fátima, o padre Rui está, desde o dia 1 de Julho ao serviço da GNR, na vigilância das florestas.
11 de Agosto de 2010 às 00:30
Maria de Fátima está grávida e o casal deverá ter o bebé nas próximas semanas
Maria de Fátima está grávida e o casal deverá ter o bebé nas próximas semanas FOTO: Nuno Veiga

Ao que o CM apurou, o padre Rui Pereira, que em Novembro do ano passado deixou as paróquias de Carvalho e Borba da Montanha, em Celorico de Basto, para viver com Fátima Silva, uma paroquiana de 18 anos, foi contratado para o cargo de vigilante da floresta.

O CM sabe que o antigo pároco, que em breve vai ser pai, está a prestar serviço na zona da sua residência, em Caniçada, Vieira do Minho, em pleno Parque Nacional da Peneda-Gerês.

Rui Manuel Pereira, que anteontem, 9 de Agosto, completou 27 anos, apenas tinha trabalhado ao serviço da Diocese de Braga. Mas a gravidez de Fátima e a necessidade de garantir o sustento da família terão obrigado o padre a procurar trabalho, após o casal ter regressado de Espanha, para onde fugiu no ano passado.

O casal regressou há cerca de três meses a Portugal e os dois passaram a viver no lugar de Fagilde, Caniçada, numa casa dos pais de Rui.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)