Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Pai de ex-jogador do Sporting nega abuso sexual de cinco crianças

O pai de um ex-jogador do Sporting começou nesta segunda-feira a ser julgado por abuso sexual de cinco crianças na aldeia de Olho Polido, em Torres Vedras. O homem de 66 anos negou todos os crimes de que vem acusado.
5 de Novembro de 2012 às 16:33
Pai de ex-futebolista era condutor de uma carrinha de transporte de crianças
Pai de ex-futebolista era condutor de uma carrinha de transporte de crianças FOTO: Bruno Colaço

O julgamento está a decorrer à porta fechada, dada a natureza dos crimes e à idade das vítimas – todas com menos de dez anos.

António P. era motorista de uma carrinha escolar, entre 2005 e 2010, aquando dos factos. Segundo a acusação do Ministério Público, o homem aproveitava para acariciar as vítimas, todas raparigas, quando lhes colocava o cinto de segurança ou as ajudava a subir ou descer os degraus do veículo.

Num dos casos mais graves, “empurrou à força uma das meninas” para depois abusar dela.

À chegada ao tribunal, o arguido recusou-se a prestar quaisquer declarações, contando com o apoio da mulher e de outros familiares.

António P. está em prisão domiciliária, acusado de vários crimes de abuso sexual, rapto agravado, violação agravada e coacção agravada.

Pedofilia Pedófilo Abuso sexual Ministério Público Torres Vedras Ex-jogador Sporting Prisão domiciliária
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)