Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Pai e filho tinham arsenal em casa

Denúncia de situação de violência doméstica levou unidade especial da GNR a encontrar diversas armas de fogo e armas brancas dentro de casa da família
5 de Junho de 2013 às 01:00

A denúncia dava conta de uma situação de violência doméstica, mas quando o Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas da GNR de S. João da Madeira chegou ao local, uma residência no concelho de Oliveira de Azeméis, acabou por encontrar um arsenal.

A vítima, uma mulher de 65 anos, seria agredida há vários anos pelo marido, de 64. O filho, de 34, foi depois apanhado por posse de armas. No total, os dois tinham dez armas de fogo, diversas armas brancas, munições e ainda explosivos. O pai foi detido e o filho identificado.

A descoberta ocorreu ao início da noite de anteontem. Após a queixa da vítima, aquela unidade especial da GNR efetuou buscas em casa da família. O sexagenário foi detido – tinha três pistolas de calibre 6,35 mm, um revólver, uma moca em madeira e quatro facas, para além de dois frascos de gás pimenta e várias munições.

Posteriormente, após novas informações, foram, então, apreendidas ao filho mais seis armas de fogo – sendo que uma delas, de calibre 22, estava dissimulada em forma de caneta. A GNR encontrou também um revólver, duas pistolas, duas espingardas e três conjuntos de baterias de explosivos. O homem guardava ainda cinco petardos, gás pimenta e mais de cem munições. Depois de ter sido apanhado pelos militares, o pai foi ontem levado ao Tribunal de Oliveira de Azeméis para interrogatório. O filho ficou sujeito ao termo de identidade e residência. 

pai filho arsenal oliveira de azeméis explosivos munições
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)