Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Pai mata o filho com tiro no pescoço: “Viviam como se de dois inimigos se tratasse”

Vítor Panão condenado a 15 anos de cadeia por matar o filho Nuno, de 27 anos, a tiro, em Sesimbra.
Sofia Garcia 4 de Junho de 2019 às 08:24
A carregar o vídeo ...
Vítor Panão condenado a 15 anos de cadeia por matar o filho Nuno, de 27 anos, a tiro, em Sesimbra.
Nuno Panão, de 27 anos, foi morto com um disparo de caçadeira na zona do pescoço, à queima-roupa, pelo próprio pai, em Sesimbra, a 7 de junho de 2018.

Vítor Panão, de 61, foi agora condenado pelo Tribunal de Setúbal e vai cumprir 15 anos de cadeia. Segundo o coletivo de juízes, Nuno vivia "às custas do pai" e era com o dinheiro daquele que comprava a droga que consumia.

O tribunal considerou que homicida e vítima não tinham uma relação normal de pai e filho, deixando por isso de lado o crime de homicídio qualificado. "Vítima e arguido não viviam como pai e filho mas sim como se de dois inimigos se tratassem", lê-se no acórdão a que o CM teve acesso. A decisão refere que o crime, cometido na casa de família, foi "uma verdadeira execução.

O arguido fez Justiça pelas próprias mãos assumindo o papel de juiz e executor tendo um comportamento absolutamente desproporcional e inaceitável". O tribunal deu como provados os vários furtos de objetos pelo jovem.

Após mais uma discussão, Vítor dirigiu-se ao quarto, retirou a caçadeira do guarda-fato e, na cozinha, disparou um único tirou na direção do filho.

Só confessou no final do julgamento
Apenas na fase final do julgamento Vítor Panão confessou ter disparado sobre o filho para o matar e acabar com o conflito em que viviam - partilhavam casa há quatro anos.

Ficou provado que a vítima atormentava o pai com as festas fora de horas que fazia na garagem, o que forçava o arguido a "fechar-se no quarto e a tomar comprimidos para poder dormir", lê-se no acórdão. Vítor Panão foi ainda condenado por detenção de arma proibida.
Vítor Panão Nuno Panão Sesimbra Sesimbra Justiça juiz crime lei e justiça julgamentos tribunal
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)