Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Palmeiras em perigo

O escaravelho da palmeira atingiu mortalmente cinco palmeiras centenárias no Jardim Manuel Bívar, em Faro. A praga, que ataca as palmeiras ‘Phoenix Canariens’, estará espalhada por toda a região.
27 de Outubro de 2009 às 00:30
Palmeiras atingidas pela praga no Jardim Manuel Bívar, em Faro
Palmeiras atingidas pela praga no Jardim Manuel Bívar, em Faro FOTO: direitos reservados

"Só em Faro estão em perigo cerca de duas centenas de espécimes, que morrerão se nada for feito", alerta Michael Ferrada, da secção do ambiente/paisagismo da Associação de Escoteiros de Portugal – Região Sul. Ferrada defende o tratamento com um pesticida biológico (polybio) "que até nem é muito dispendioso".

O escaravelho da palmeira (rhynchoropus ferrugineus) começou a propagar-se no Algarve em 2007, primeiro no Barlavento, onde há várias árvores contaminadas na Penina e Portimão, mas já se estendeu à zona central da região.

"A praga foi introduzida por palmeiras importadas infectadas, por não ter havido um período de quarentena como medida de prevenção que se impunha", explica Ferrada. Além da falta de quarentena, este técnico lamenta a "falta de prevenção" dos organismos oficiais da região, "nada tendo sido efectuado neste sentido".

Castelão Rodrigues, director regional de Agricultura e Pescas do Algarve, explica que foram notificados "os proprietários para que destruam as árvores, nas situações positivas que encontramos". E chama a atenção para "o papel fundamental" que as autarquias têm em "pugnar pelo bom estado sanitário dos jardins onde se encontram estas árvores ornamentais". Castelão Rodrigues refere que a praga não ataca culturas para consumo humano.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)