Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Paraquedista de 34 anos morre em exercício militar na base aérea de Beja

Vítima participava no Exercício Real Thaw 2019 (RT19) quando uma falha no paraquedas lhe custou a vida.
António Lúcio 27 de Setembro de 2019 às 11:59
Paraquedista de 34 anos morre em exercício militar na base aérea de Beja
Paraquedista de 34 anos morre em exercício militar na base aérea de Beja
Paraquedista de 34 anos morre em exercício militar na base aérea de Beja
Morreu um paraquedista na base aérea de Beja
Paraquedas não abriu no momento em que deveria ter aberto.
Paraquedista de 34 anos morre em exercício militar na base aérea de Beja
Paraquedista de 34 anos morre em exercício militar na base aérea de Beja
Paraquedista de 34 anos morre em exercício militar na base aérea de Beja
Morreu um paraquedista na base aérea de Beja
Paraquedas não abriu no momento em que deveria ter aberto.
Paraquedista de 34 anos morre em exercício militar na base aérea de Beja
Paraquedista de 34 anos morre em exercício militar na base aérea de Beja
Paraquedista de 34 anos morre em exercício militar na base aérea de Beja
Morreu um paraquedista na base aérea de Beja
Paraquedas não abriu no momento em que deveria ter aberto.
Um paraquedista português de 34 anos morreu na sequência de um exercício na base aérea nº11, em Beja, durante a manhã desta sexta-feira. A vítima tem 34 anos e não 40 anos como foi avançado inicialmente ao CM.

"Durante a execução de um salto de queda livre operacional, o sistema de paraquedas não funcionou devidamente, tendo resultado na queda do nosso Militar dentro do perímetro da Base Aérea N.º 11", avançou o Exército em comunicado. 

"Foram acionados os procedimentos de emergência médica e o Exército encontra-se a realizar o processo de averiguações para apurar todas as circunstâncias em que ocorreu este acidente", acrescentou ainda. 

A vítima participava no Exercício Real Thaw 2019 (RT19)  que está a decorrer até dia 4 de outubro. A atividade promovida pela Força Aérea Portuguesa junta 600 militares e 21 aeronaves da Força Aérea, Marinha, Exército e forças de Espanha, França, EUA e NATO. 

O RT19 tem como principal objetivo avaliar e certificar a capacidade operacional da Força Aérea, criando condições únicas para que os meios da Aliança do Tratado do Atlântico Norte desenvolvam interoperabilidade e reforcem a prontidão dos seus meios.

O alerta para o acidente foi dado perto das 11h00 e para o local foram mobilizados os Bombeiros Voluntários de Beja, INEM.

Em atualização
Beja Bombeiros Voluntários de Beja política defesa forças armadas
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)