Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Passos chama "preguiçosos" aos jornalistas

Passos com discurso agressivo no encerramento das jornadas parlamentares do PSD e CDS.
José Rodrigues 25 de Outubro de 2014 às 14:49
Pedro Passos Coelho, primeiro-ministro
Pedro Passos Coelho, primeiro-ministro FOTO: Pedro Nunes/Lusa

O primeiro-ministro encerrou hoje, à hora do almoço, na Assembleia da República, as jornadas parlamentares conjuntas do PSD e do CDS-PP, lançando duras críticas aos comentadores políticos e jornalistas, que classificou de "preguiçosos" e que, muitos deles, "mais não fazem do que imitar os outros ou melhor estilo de maria-vai-com as outras". Ou seja, pessoas influenciáveis, sem personalidade, sem vontade própria, e que se deixam levar pela opinião dos outros.

"Por que é que aqueles que todos os dias informam os portugueses e informam mal e não dão a mão à palmatória", disse Passos Coelho, exigindo rigor na informação prestada aos portugueses.

Exemplo dessa falta de rigor, o primeiro-ministro apontou a análise do Orçamento de Estado para o próximo ano, que muitos analistas e a oposição criticam por trazer mais austeridade, mas que ele considera de "esperança" e que "não sobrecarrega o contribuinte para além do que é necessário para resolver os problemas do passado".

Ver comentários