Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Pasteleiro morto à facada em assalto

As marcas de mãos ensanguentadas a cobrir as paredes e poças de sangue no chão da pastelaria OVNI, no Barreiro, ilustravam ontem o que restava do violento assalto que, de madrugada, tirou a vida a um pasteleiro de 60 anos – esfaqueado até à morte ao tentar salvar o dono do estabelecimento, golpeado com gravidade. Tudo para que três encapuzados roubassem o ecrã plasma, maços de cigarros e o pouco dinheiro da caixa – minutos depois de terem assaltado outro café da zona.
25 de Outubro de 2011 às 01:00
Várias pessoas passaram o dia à porta do café, na avenida do Bocage, Barreiro, “em choque”. Havia vestígios de sangue dentro da pastelaria
Várias pessoas passaram o dia à porta do café, na avenida do Bocage, Barreiro, “em choque”. Havia vestígios de sangue dentro da pastelaria FOTO: Bruno Colaço

Sebastião Fernandes, a vítima mortal, fabricava bolos há pelo menos 20 anos. Como sempre, ontem começou a trabalhar perto da meia-noite. Foi quando o dono, António Lourenço, de 63 anos, chegou ao local, pelas 04h30, como habitualmente, que se deu o crime. Os gritos de pânico do patrão alarmaram o pasteleiro, que correu até à entrada do café em seu socorro.

Terá sido aí que se deparou com os três encapuzados munidos de facas a agredirem António Lourenço para invadir o local. E foi na sequência da resistência dos dois homens que os assaltantes os esfaquearam brutalmente por todo o corpo. Sebastião morreu; António está internado em estado grave. Roubaram um televisor plasma, maços de tabaco e dinheiro – e fugiram.

Uma chamada para o INEM às 04h46, por "alguém muito aflito", levou as autoridades ao local, onde se depararam com um autêntico banho de sangue e com o pasteleiro Sebastião Fernandes já inconsciente. Morreu no local. O proprietário foi levado em estado grave para o Hospital do Barreiro, onde foi operado de urgência.

barreiro pasteleiro assalto facada
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)