Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Patrulha da GNR atacada à facada em Torres Vedras

Militar teve de ser suturado com vários pontos numa mão.
João Carlos Rodrigues 8 de Novembro de 2019 às 09:03
Vestígios de sangue do militar da GNR de Santa Cruz, Torres Vedras, eram visíveis no chão
Vestígios de sangue do militar da GNR de Santa Cruz, Torres Vedras, eram visíveis no chão FOTO: Pedro Catarino

Um militar da GNR do posto de Santa Cruz, Torres Vedras, foi esfaqueado na noite de quarta-feira quando tentava deter um homem alcoolizado que estava a provocar desacatos na zona de bares daquela localidade.

Segundo o CM apurou, pouco depois das 23h00, uma patrulha da GNR de Santa Cruz foi acionada após um alerta que dava conta de um homem que estava a causar distúrbios no bar Dali, no Passeio Marítimo. Mas assim que o carro-patrulha parou, o homem correu na direção da viatura e, com um canivete, furou um dos pneus.

Os dois militares tentaram manietar o agressor e nessa altura um deles foi atingido com a mesma arma, que ficou espetada numa das mãos. Apesar de estar a perder sangue – que esta quinta-feira de manhã ainda era visível no local – o militar conseguiu deter e algemar o suspeito, que foi levado sob detenção.

O GNR teve de ser suturado no hospital, mas teve alta poucas horas depois. O agressor foi esta quinta-feira presente a tribunal, mas, à hora de fecho desta edição, desconheciam-se as medidas de coação.

GNR Torres Vedras Santa Cruz crime lei e justiça crime polícia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)