Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Pedem 800 mil a pai homicida

Mãe dos menores foi morta com 19 facadas.
Nelson Rodrigues 28 de Junho de 2015 às 09:27
Sónia Sousa foi assassinada em casa pelo companheiro depois de lhe pedir 10 euros para compras
Sónia Sousa foi assassinada em casa pelo companheiro depois de lhe pedir 10 euros para compras FOTO: Eduardo Martins
Os dois filhos de Sónia Sousa, mulher de 39 anos que foi assassinada pelo marido, José, de 45, na tarde de 8 novembro de 2014, pedem em tribunal, através dos avós, uma indemnização de 800 mil euros. Desde o dia em que viram o pai matar a mãe, na casa em que viviam, em Fânzeres, Gondomar, os menores, de quatro e 16 anos, têm recebido acompanhamento psicológico e ficaram à guarda dos avós maternos. O filho mais velho – que ainda tentou impedir o pai de continuar a esfaquear a mãe – vai testemunhar em setembro, no Tribunal S. João Novo, Porto.

Refere o processo que José Sousa agiu com intenção de matar a companheira, após terem discutido por causa de 10 euros, que a vítima necessitava para ir ao supermercado. "O arguido chegou mesmo a curvar a lâmina da faca com os sucessivos embates no corpo da vítima, sempre com intensidade. Era sua intenção tirar-lhe a vida", refere o Ministério Público. O arguido, que responde por homicídio qualificado, atacou a mulher no quarto, quando esta estava a adormecer o filho mais novo. Antes tinha estado num café a beber. Após o crime apresentou uma taxa de álcool de 1,26 g/l no sangue.

A mulher foi morta com um total de 19 facadas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)