Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Pedófilo andou à solta até ao terceiro abuso

Justiça foi libertando predador, após vários crimes, até que, agora, atacou prima de 8 anos
19 de Setembro de 2013 às 01:00
pedófilo, montemor-o-velho, abuso sexual, crianças
pedófilo, montemor-o-velho, abuso sexual, crianças FOTO: Ricardo Cabral

Um homem, de 44 anos, residente em Montemor-o-Velho e considerado "perigoso para as crianças", segundo fontes ligadas à investigação, reincidiu três vezes no crime de abuso sexual de crianças – pelo menos desde 2008 que o predador sexual soma vítimas – mas só agora está na cadeia.

Em 2008, abusou de uma menina, foi detido pela Polícia Judiciária, depois julgado e condenado a 16 meses de prisão; mas com a pena suspensa por igual período de tempo, o que lhe permitiu continuar em liberdade. E, em maio de 2012, voltou a ser detido pela PJ por ter seduzido mais de uma dezena de meninas, entre os 12 e os 14 anos, convencendo-as a enviar-lhe fotografias e filmes de cariz sexual em que apareciam, através do telemóvel. Foi presente a tribunal e logo liberto, sujeito a apresentar-se todas as semanas às autoridades e proibido de contactar com crianças.

Até que, no passado mês de agosto, voltou a reincidir no crime de abuso sexual de crianças. Desta vez, a vítima foi uma prima de oito anos. O pedófilo, solteiro e a residir sozinho, valeu-se da proximidade que mantinha com a menina para atacar. Acariciou-a e obrigou-a a acariciá--lo. A criança fugiu, em pânico, e contou aos pais. Estes denunciaram-no às autoridades.

Após um mês de investigação, a Judiciária do Centro conseguiu reunir provas suficientes para a detenção, que ocorreu segunda feira. Anteontem, o suspeito foi presente a um juiz do Tribunal de Montemor-o-Velho, que lhe aplicou a prisão preventiva.

pedófilo montemor-o-velho abuso sexual crianças
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)