Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Pedófilo escapou à PJ por brecha em portão

Foi por uma brecha do portão da garagem do Palácio da Justiça de Sintra que um pedófilo se escapou anteontem à Polícia Judiciária, tal como o CM ontem noticiou. Após quase 24 horas de buscas, a PJ acabou por deter o homem, que já está na cadeia.

26 de Outubro de 2008 às 00:30
Toda a área circundante ao Palácio da Justiça de Sintra foi vigiada pela Polícia Judiciária e GNR
Toda a área circundante ao Palácio da Justiça de Sintra foi vigiada pela Polícia Judiciária e GNR FOTO: João Miguel Rodrigues

O interrogatório do mecânico de 40 anos terminou eram 20h00, quando as portas do tribunal já estavam fechadas. Com a prisão preventiva determinada pelo juiz, o suspeito de abusar da enteada de nove anos – ameaçando-a com pistola – foi encaminhado para o automóvel da PJ, onde seguiria para a cadeia de Lisboa.

Já na garagem do tribunal, o alegado pedófilo pediu para ir à casa de banho. Enquanto um inspector retirou o automóvel, o outro preparava-se para acompanhar o detido.

O portão do estacionamento foi aberto por controlo remoto, fechando-se logo em seguida. Foi este o momento aproveitado pelo mecânico, que se desenvencilhou dos dois inspectores que o vigiavam, e que conseguiu escapar por uma brecha do portão, para as traseiras do tribunal.

A GNR de Sintra foi de imediato alertada, auxiliando a PJ nas buscas no local.

Ontem, uma brigada da 2ª Secção da PJ de Lisboa, que investiga os crimes sexuais, localizou o indivíduo em casa de um amigo, não muito longe do domicílio do pedófilo, conseguindo detê-lo.

O arguido já está detido na cadeia de Lisboa, onde aguarda julgamento.

PORMENORES

SEGURANÇA PRIVADA

A vigilância interna das instalações do Palácio da Justiça de Sintra é feita por uma empresa de segurança privada.

LOCALIDADE VIGIADA

Na sexta-feira à noite, as atenções da Polícia Judiciária e da GNR viraram-se principalmente para Lourel. Esta pequena localidade situa-se nas traseiras do Palácio da Justiça de Sintra, sentido para onde fugiu o pedófilo.

CERCO MONTADO

Mal o pedófilo se escapou, inspectores da secção de combate aos crimes sexuais lançaram no terreno uma operação de cerco ao fugitivo. Menos de 24 horas após a fuga do tribunal, o indivíduo foi localizado e preso.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)