Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Pedófilo paga 35 mil euros por abusar de menino

Arguido aproveitou internamento da mãe da criança, de sete anos, para abusar da vítima.
Liliana Rodrigues 1 de Dezembro de 2017 às 01:30
Pedófilo paga 35 mil euros por abusar de menino
Menores
Menor
Pedófilo paga 35 mil euros por abusar de menino
Menores
Menor
Pedófilo paga 35 mil euros por abusar de menino
Menores
Menor
Foi condenado a cinco anos e oito meses de prisão o homem acusado de abusar sexualmente de um menino de sete anos, enquanto a mãe deste esteve internada durante dois meses, em 2016, devido a um surto psicótico. O Tribunal de Braga decidiu ainda sentenciar o pedófilo a pagar 35 mil euros de indemnização à vítima.

O acórdão foi lido esta quinta-feira à tarde, à porta fechada - a juíza entendeu que o arguido tem "direito a privacidade". O pedófilo está em prisão domiciliária, em Guimarães, desde que foi detido pela Polícia Judiciária de Braga.

Na altura, a juíza de instrução criminou considerou ilegal a detenção do homem que agora acaba condenado por abuso sexual de criança. A defesa deverá recorrer da decisão para o Tribunal da Relação de Guimarães.

Os abusos foram denunciados pela Comissão de Proteção de Crianças e Jovens em Risco. Ouvido por psicólogos, o menino relatou vários episódios sexuais que manteve com o homem, sobretudo quando tomavam banho juntos. A médica confirma que o menor não controlava as fezes.

O arguido era grande amigo da mãe do menino e chegou a ter a vítima e a irmã desta a seu cargo várias noites - a progenitora tinha total confiança nele. A menina nunca relatou qualquer abuso.

Em tribunal, o arguido negou sempre os abusos que lhe eram imputados. Em interrogatório, no processo, disse não ser pedófilo, mas admitiu que algumas das suas atitudes podem ter sido mal interpretadas.
Ver comentários