Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Pena suspensa para mulher que regou cliente com álcool

Factos remontam a 28 de julho de 2007.
3 de Outubro de 2014 às 11:37
Várias pessoas divertiam-se à custa da vítima
Várias pessoas divertiam-se à custa da vítima FOTO: Amândia Queirós

O Tribunal da Relação do Porto confirmou a condenação a 18 meses de prisão, com pena suspensa, de uma mulher acusada de regar com álcool um cliente embriagado num café em Famalicão, quando várias pessoas se divertiam à custa da vítima.


Segundo o acórdão consultado esta sexta-feira pela Lusa, uma dessas pessoas, que o tribunal não conseguiu identificar, ia aproximado um isqueiro aceso, originando uma chama que a vítima ia apagando com as suas mãos, numa "brincadeira" que se repetiu por várias vezes.


No entanto, a certa altura, foi criada uma chama mais intensa, tendo-se espalhado fogo pelo chão e pela roupa da vítima, que acabou por sofrer queimaduras de 1.º, 2.º e 3.º graus no tórax, abdómen e numa mão.


Antes disso, alguns dos presentes no café já tinham retirado toda a roupa que a vítima vestia, com exceção das cuecas, e envolveram o corpo, do pescoço para baixo, com fita isoladora. 

Os factos remontam a 28 de julho de 2007, pelas 03h00, e tiveram lugar no café que a arguida explora conjuntamente com o marido.

pena suspensa mulher cliente álcool
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)