Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Penalizações agravadas

A Direcção-Geral de Viação (DGV) alertou para a necessidade de reforço das acções de fiscalização aos Centros de Inspecção Periódica de Veículos (CIPV) e defendeu um regime de sanções penalizador dos funcionários que executem mal as inspecções. Esta tomada de posição segue-se à divulgação do estudo da Associação de Defesa do Consumidor (Deco) sobre a falta de rigor dos CIPV.
31 de Agosto de 2006 às 00:46
Em comunicado, a DGV entende contudo que o estudo da Deco "constitui um elemento pouco representativo para a avaliação do trabalho desenvolvido nos 30 CITV escolhidos”, adiantando: “Tendo sido realizadas 30 inspecções, as mesmas não podem ser consideradas representativas da actividade normal dos CITV que realizam anualmente cerca de 4,5 milhões de inspecções."
O Automóvel Clube de Portugal também já assumiu estar “preocupado” com o estudo da Deco. E, a exemplo da DGV, defende um reforço da fiscalização e o agravamento das penalizações. “O elevado número de inspecções diárias, a pouca formação técnica e a pressão da rentabilidade do negócio podem estar na origem das falhas”, defende.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)