Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Penas superiores a 15 anos para casal homicida

Namorados esfaquearam, em conjunto, o ex-companheiro da arguida.
20 de Novembro de 2013 às 20:22

O Tribunal de Ílhavo condenou esta quarta-feira um casal de antigos namorados acusados do homicídio de um homem de 26 anos, a penas de 16 e 18 anos de prisão. Em 2012, o casal homicida esfaqueou, em conjunto, o ex-companheiro da arguida, Jorge Silva, na Gafanha da Nazaré, Ílhavo.

O coletivo de juízes reconstituiu o crime na audiência, afirmando que o homicídio foi planeado, pelo menos, três semanas antes da fatídica noite de 9 de outubro de 2012. Após o crime, cometido na casa da vítima, os dois arguidos terão remexido a casa para simular um assalto. O casal fugiu do local, depois de enterrar a arma do crime numa mata próxima.

O tribunal condenou o arguido de 24 anos a 16 anos de prisão. Já a arguida, foi condenada a 18 anos pois os juízes consideraram que tinha um intenso grau de culpa - não só por ser ex-companheira da vítima, como também por ter um filho dele. Os arguidos foram ainda condenados a pagar 40 mil euros aos pais da vítima e 140 mil euros ao filho menor.

Após a comunicação das penas aos arguidos, os pais e familiares da vítima gritaram insistentemente "assassinos" e "a justiça é cega". Esta situação obrigou o colectivo de juízes a interromper a audiência e a chamar a GNR para retirar os familiares da sala de julgamento. 

namorados homicídio morte casal ex-companheiro
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)