Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Peniche mantém urgência básica aberta

A urgência básica do Hospital de Peniche vai manter-se aberta até à construção da nova unidade hospitalar Oeste-Norte. Esta decisão resultou de um acordo estabelecido esta terça-feira entre a Câmara Municipal e o Ministério da Saúde, que reconheceu a "especificidade do concelho".
22 de Janeiro de 2008 às 13:21
"É uma vitória para Peniche e uma vitória para o ministro da Saúde pelo trabalho desenvolvido ao longo de mais de um ano", comentou o presidente da Câmara de Peniche, António José Correia, no final de uma reunião com o ministro Correia de Campos.
O processo do eventual encerramento da urgência do Hospital Rafael Telmo, de Peniche, começou no início de 2007, em virtude de um relatório da Comissão Técnica de Apoio ao Processo de Requalificação das Urgências, que incluiu Peniche no mapa das urgências a encerrar.
A autarquia manifestou-se sempre contra a intenção de encerrar as portas daquele serviço, defendendo a necessidade de manutenção do mesmo, por se tratar de um concelho turístico, com aumentos populacionais no Verão e aos fins-de-semana, por possuir uma comunidade piscatória.
O facto de a deslocação até ao hospital mais próximo, nas Caldas da Rainha, levar cerca de 40 minutos, foi outro dos argumentos usados para atestar a "especificidade do concelho", que levou a estabelecer o acordo hoje anunciado.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)