Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

"Pensei que íamos morrer todos aqui": Grua caiu em cima de casas e garagens no Porto

Três estudantes ficaram em pânico quando o tecto da casa ruiu e ficaram desalojadas.
Aureliana Gomes 11 de Fevereiro de 2019 às 01:30
A carregar o vídeo ...
Três estudantes ficaram em pânico quando o tecto da casa ruiu e ficaram desalojadas.
"Parecia um terramoto. Pulei da cama e pensei logo ‘Ai que vamos morrer todos aqui’". Fernanda Lima foi uma das moradoras da rua da Torrinha, no Porto, que não ganhou para o susto, este domingo de manhã, quando uma grua tombou. O alerta foi dado às 08h25.

"Eu só queria fugir. Pensei logo que foi a grua e meu dito, meu feito", referiu ao CM.

A grua - que tinha sido colocada durante a noite - destruiu vários armazéns devolutos, logradouros e atingiu o telhado de uma casa, onde viviam três estudantes.

"A menina que estava a dormir no quarto ficou em pânico. Disse-me que sentiu um barulho estranho e que o tecto caiu. Só percebeu o que tinha acontecido quando foi ao quintal", disse ao CM a proprietária da habitação, Conceição Coronha.

A mulher explicou que a casa tinha sido alvo de obras há um ano. "Esta é uma casa segura, apesar de ser antiga. Se fosse em betão teria caído", frisou.

As causas da queda estão ainda por apurar. O responsável da Somirav - empresa que colocou a estrutura de 35 metros - indicou que "houve um aluimento de terras".

"Nós somos responsáveis pela montagem da grua, mas as condições do terreno e as formas de assentamento são responsabilidade da construtora", afirmou João Teles. O Correio da Manhã tentou contactar a construtora, sem sucesso.

Quatro pessoas foram assistidas pelo INEM - três mulheres com ataques de ansiedade e um bombeiro, que sofreu um corte numa mão. A estrutura só foi retirada ao final do dia.

DEPOIMENTOS
Fernanda Lima, moradora da rua da Torrinha
A moradora de um edifício contíguo ao local da queda ficou em pânico e teme o dia em que a grua for reposta: "Nunca pensei que isto acontecesse, nem nunca tive um susto assim. Não vou ficar sossegada quando a grua for recolocada".

Conceição Coronha, proprietária da casa afetada
A dona da casa afetada pela queda da grua nem queria acreditar quando a inquilina lhe ligou. "Senti uma dor tão grande quando vi a minha casa. Trato-a como um bebé. É triste ver isto", disse ao CM, lamentando que o empreiteiro não a tenha procurado.

Manuel Lima, morador na rua da Torrinha
Manuel Lima disse ao CM que a grua foi montada durante a noite e que mal conseguiu dormir.

"Nunca apanhei um susto tão grande na minha vida. O barulho foi como que de um avião a cair. As casas dos meus vizinhos ficaram todas destruídas", referiu.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)