Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Perdas de água agravam seca

Silves e S. Brás de Alportel com perdas reais acima dos 40%.
José Carlos Eusébio 24 de Setembro de 2020 às 08:40
Condutas com muitos anos e degradadas têm criado várias ruturas que depois originam perdas avultadas de água
Condutas com muitos anos e degradadas têm criado várias ruturas que depois originam perdas avultadas de água FOTO: Direitos Reservados
Só cinco concelhos algarvios cumprem a meta definida para as perdas reais de água nos sistemas de abastecimento público - inferior a 20%. Há mesmo dois municípios cujas perdas são mais do dobro do recomendado, segundo consta do Plano Regional de Eficiência Hídrica do Algarve.

"Os concelhos que apresentam valores mais elevados de perdas reais são Silves e São Brás de Alportel, com valores acima dos 40%", de acordo com o documento. Pelo contrário, os municípios que cumprem a meta são Albufeira, Faro, Loulé, Portimão e Tavira.

Na origem do problema está a existência de "infraestruturas de distribuição de água com elevado tempo de vida e com indícios de degradação, originando ruturas, que se traduzem em perdas reais de água". O plano prevê 94 milhões de euros para a reabilitação da rede de distribuição e de reservatórios.

Quanto à rega agrícola, as perdas no sistema de Silves, Lagoa e Portimão podem atingir 40% e no de Alvor ronda os 25%. No Aproveitamento Hidroagrícola do Sotavento os valores ficam abaixo dos 10%.

No plano é referido que a precipitação registada no Algarve "tem vindo a diminuir ao longo dos últimos anos, nomeadamente desde 2000" .
Ver comentários