Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Peregrino vai de Braga a Jerusalém

Parte hoje de Braga, a pé, para cumprir cerca de oito mil quilómetros e atravessar 14 países. Amaro Franco espera chegar em Julho do próximo ano a Jerusalém, numa peregrinação em que acredita poder “sentir a verdadeira essência do Cristianismo e da missão evangelizadora da Igreja no Mundo”.
4 de Outubro de 2007 às 00:00
Peregrino vai de Braga a Jerusalém
Peregrino vai de Braga a Jerusalém
“Tenho consciência que é uma tarefa de enorme dificuldade, mas estou ansioso por dar os primeiros passos e iniciar a caminhada”, confessou ao CM Amaro Franco, que há seis anos abandonou a actividade de empresário – na área de importação e exportação de bebidas e madeira – para se assumir simplesmente como peregrino.
Aos 36 anos, Amaro Franco – que também já pertenceu à Ordem dos Carmelitas Descalços – adoptou um sistema de vida “extremamente barato” para se dedicar exclusivamente às peregrinações. Como estudante de licenciatura em Teologia, vive numa residência universitária e alimenta-se na cantina. Às poupanças de década e meia de trabalho, junta vencimentos pela docência de algumas aulas e serviços ocasionais.
No entanto, isso não é suficiente para assumir todas as despesas com a aventura até à Terra Santa. Para um feito que “certamente, nenhum português o realizou nos últimos dois séculos”, Amaro Franco, que já foi a pé até Santiago de Compostela e Roma, precisa de cerca de 50 mil euros. Contou já com ajudas de empresas e da Câmara de Braga, e acredita que vai receber mais ajudas durante a viagem, que começa esta manhã, ao fim da missa na Sé. Depois, segue para Compostela. Ontem ficou a saber que não poderá entrar em Israel pela Síria nem pelo Líbano, tendo que fazer mais uns quilómetros até à Jordânia.
Ver comentários