Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Pereira Cristóvão condenado a mais de sete anos de prisão e Mustafá a seis anos e quatro meses

Leitura do acórdão teve lugar esta sexta-feira no Tribunal de Cascais.
Correio da Manhã e Lusa 6 de Dezembro de 2019 às 16:29
Paulo Pereira Cristóvão
Mustafá
Nuno Mendes, conhecido por Mustafá, é o cabecilha da Juve Leo desde 2016
Paulo Pereira Cristóvão
Mustafá
Nuno Mendes, conhecido por Mustafá, é o cabecilha da Juve Leo desde 2016
Paulo Pereira Cristóvão
Mustafá
Nuno Mendes, conhecido por Mustafá, é o cabecilha da Juve Leo desde 2016
O Tribunal de Cascais condenou esta sexta-feira a sete anos e meio de prisão o antigo inspetor da Polícia Judiciária Paulo Pereira Cristóvão e a seis anos e quatro meses o líder da claque Juventude Leonina, Nuno Mendes (Mustafá).

Na leitura do acórdão, a presidente do coletivo de juízes condenou os arguidos no âmbito do processo dos assaltos violentos a residências, que conta com mais 15 arguidos, três deles agentes da PSP. Um dos agentes foi condenado a 16 anos de prisão e outro a 17.

Os 17 arguidos foram acusados pelo Ministério Público (MP) de pertencerem a uma rede criminosa de assaltos violentos a residências na Área Metropolitana de Lisboa.

Em causa estão crimes de associação criminosa, roubo, sequestro, posse de arma proibida, abuso de poder, violação de domicílio por funcionário e falsificação de documento.

Pedro pereira Cristóvão Mustafá
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)