Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Pérolas bailam de pé descalço

“A última vitória foi em 1994 e o povo já reclama uma Madragoa fantástica.” É em tom empolgado que o coordenador Mário Salema fala da marcha do seu bairro, concorrente ao concurso de 2005.
31 de Maio de 2005 às 00:00
Na Madragoa marcha-se com alma e esperança no regresso às vitórias
Na Madragoa marcha-se com alma e esperança no regresso às vitórias FOTO: Sofia Costa
É ainda o mesmo elemento a confessar ao CM que “a marcha é linda, queremos ganhar e vamos para ganhar com bom gosto”.
Pelo que nos foi dado ver, é uma marcha de Lisboa genuína que está a ser preparada com marcações inéditas e coreografias irreverentes.
Eles são pescadores que levam os remos dos barcos aos ombros e elas varinas de canastras à cabeça, em forma de concha e peixes em pé. Os arcos todos feitos em material ultraleve mostram motivos alusivos ao mar como barcos, cavalos marinhos, algas e o que mais se possa imaginar. Os arcos ostentam ainda pérolas gigantes onde se podem ver os temas alusivos ao bairro, que a marcha mostrou nos últimos 15 anos.
Nos ensaios, os marchantes dão o máximo porque “só integra o grupo quem tem alma e sente no sangue a Madragoa”, dizem-nos homens e mulheres.
A marcha da Madra-goa exibe-se no Pavilhão Atlântico, no Parque das Nações, a 5 de Junho.
'LISBOA ESTÁ MAIS BONITA'
Alfredo Dias, de 52 anos, já não pode viver sem a marcha desde o dia em que ia a passar à porta de um ensaio e resolveu parar. Entrei. Gostei. Hoje é um dos amores da minha vida. Vive uma dupla faceta na marcha, ao desempenhar as funções de compositor e marchante. As tarefas são diferentes. “Como compositor trabalhei com Martinho da Silva com quem aprendi. Como marchante estou a saber coisas novas todos os dias e em todos os ensaios.” Contudo, ainda é capaz de fazer uma escolha e dizer que aquilo que lhe dá mais prazer são as tarefas de preparação e construção da marcha. Alfredo Dias ainda confessa aquilo que sente: “Lisboa está mais bonita”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)