Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Pescadas mais 900 toneladas no Algarve

Polvo e sardinha são os principais responsáveis pelo aumento generalizado das vendas registado nas lotas da região em relação ao ano passado.
25 de Novembro de 2013 às 18:33
Pescadores algarvios capturaram mais de 889 toneladas nos primeiros nove meses
Pescadores algarvios capturaram mais de 889 toneladas nos primeiros nove meses

Os pescadores algarvios capturaram mais 889 toneladas de peixe nos primeiros nove meses deste ano do que em igual período de 2012. O preço médio do pescado também subiu.

Segundo dados do boletim Datapescas da Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM), foram desembarcadas 17,7 mil toneladas de peixe na região. Com exceção de Olhão (menos 11,5%), houve um aumento da quantidade vendida em todas as lotas, sobretudo em Tavira. Nesta, o aumento foi de mais de 200%, em relação ao período homólogo de 2012.

Os pescadores de Tavira, em especial na zona de Santa Luzia, dedicam-se sobretudo à captura de polvo, espécie abundante este ano. De acordo com a DGRM, os barcos de pesca polivalente da região pescaram 3,8 mil toneladas de polvo, enquanto no ano anterior apenas tinham conseguido 1,2 mil toneladas.

A segunda lota algarvia com maior aumento de pescado foi Portimão, com mais 30%. Uma evolução que resulta, em grande parte, de ter havido mais sardinha. Segundo o boletim Datapescas, os barcos da arte do cerco trouxeram para terra 3,2 mil toneladas de sardinha, enquanto no ano passado apenas tinham pescado 1,9 mil toneladas.

O valor médio do peixe em lota atingiu os 2,53 euros por quilo, enquanto em 2012 ficou-se pelos 2,44 euros. A sardinha alcançou o preço médio de 2,10 euros e o polvo 3,10 euros. A gamba obteve o valor mais elevado: quase 13 euros por quilo.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)