Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Militar da Força Aérea de 42 anos morre em prova de motociclismo

Piloto parou a mota e caiu inanimado durante a prova de Enduro, no Marco de Canaveses.
Ana Silva Monteiro 13 de Outubro de 2019 às 17:12
Filipe Nunes era Sargento Adjudante Recuperador - Salvador da Esquadra 552 da Força Aérea
Filipe Nunes era Sargento Adjudante Recuperador - Salvador da Esquadra 552 da Força Aérea
Filipe Nunes era Sargento Adjudante Recuperador - Salvador da Esquadra 552 da Força Aérea
Filipe Nunes era Sargento Adjudante Recuperador - Salvador da Esquadra 552 da Força Aérea
Filipe Nunes era Sargento Adjudante Recuperador - Salvador da Esquadra 552 da Força Aérea
Filipe Nunes era Sargento Adjudante Recuperador - Salvador da Esquadra 552 da Força Aérea

Um piloto que estava a participar na 8º Enduro Marco - Rios de Emoção, no Marco de Canaveses, sentiu-se mal e acabou por morrer, na tarde deste domingo. O acaso ocorreu pelas 13h40. Ao que o Correio da Manhã conseguiu apurar, Filipe Nunes, de 42 anos, sentiu-se mal durante a prova, parou a mota e acabou por cair inanimado.

Os bombeiros do Marco de Canaveses prestaram o socorro à vítima, mas o óbito acabou por ser declarado no local. O corpo foi transportado para o Instituto de Medicina Legal, onde vai ser autopsiado. A vítima, natural de Felgueiras, era Sargento Adjudante Recuperador - Salvador da Esquadra 552 da Força Aérea. 

A Direção do Motor do Clube do Marco, organizador do evento, publicou uma nota na rede social Facebook, onde dá conta da morte do piloto e explica que "logo que foi tomado conhecimento da gravidade da situação, o júri da prova decidiu parar de imediato a corrida".





Enduro Marco Correio da Manhã motociclismo morte
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)