Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Pilotos ameaçam faltar a incêndios

Quarenta credores reclamam meio milhão de euros à Everjets.
Miguel Curado 2 de Abril de 2017 às 10:05
Quarenta pilotos de helicópteros exigem receber verba em dívida para combaterem os fogos do verão de 2017
Helicóptero combate incêndio
Quarenta pilotos de helicópteros exigem receber verba em dívida para combaterem os fogos do verão de 2017
Helicóptero combate incêndio
Quarenta pilotos de helicópteros exigem receber verba em dívida para combaterem os fogos do verão de 2017
Helicóptero combate incêndio
Quarenta pilotos de helicópteros ligeiros ameaçam faltar à campanha de combate aos incêndios deste ano caso a Everjets (empresa a quem o Estado concessionou os meios aéreos) não lhes pague os cinco meses de trabalho feito na fase ‘Charlie’ de 2016, - de junho a outubro.

Os credores da Everjets, contratados individualmente ou por empresas prestadoras de serviço, deram um prazo – 31 de março – para que a dívida, que estimam em cerca de meio milhão de euros, fosse regularizada. Esse prazo não foi, no entanto, cumprido. Além da dívida pelo trabalho que desempenharam, o grupo de pilotos denuncia que a Everjets também não regularizou os pagamentos às três empresas a quem subaluga os helicópteros, e a um fornecedor de combustível.

Fonte da Everjets confirmou ao CM a dívida a 25 pilotos de helicópteros de combate a fogos, todos contratados a recibos verdes, e respeitante a dois meses de trabalho (setembro e outubro). "A mesma será paga nos primeiros dias do corrente mês", disse.

À Lusa, a mesma empresa disse reclamar oito milhões de euros à Autoridade Nacional de Proteção Civil, alegando incumprimento em 40% da parte do Estado no contrato dos helicópteros Kamov.

Os pilotos dos helicópteros ligeiros credores da Everjets uniram-se ontem em Lisboa para decidir o que fazer. Pedro Ferreira, o advogado do grupo, disse ao CM que uma ação cível contra a Everjets está em equação, "pois não houve ainda qualquer pagamento".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)