Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Pinto da Costa apoia encontro religioso

"É uma alegria que não tem ressaca. Será um momento muito bonito para a história deste clube". A frase é do bispo do Porto, D. Manuel Clemente, e foi dirigida ao presidente do Futebol Clube do Porto (FCP), Pinto da Costa, que cedeu o pavilhão Dragão-Caixa para acolher o Encontro Taizé, que vai juntar em oração seis mil jovens de 25 países, entre os dias 13 e 16 de Fevereiro, no Porto.
5 de Fevereiro de 2010 às 00:30
Pinto da Costa e D. Manuel Clemente na apresentação do encontro da comunidade Taizé
Pinto da Costa e D. Manuel Clemente na apresentação do encontro da comunidade Taizé FOTO: direitos reservados

"Escolhemos estas instalações porque, a seguir ao Palácio de Cristal, é o espaço coberto com maior capacidade para albergar tantas pessoas", explicou, em conferência de imprensa o bispo D. Manuel Clemente, cuja presença foi sublinhada por Pinto da Costa: "Fico contente pela presença de figura tão ilustre da Igreja e da cidade do Porto".

O encontro ecuménico irá receber seis mil jovens de toda a Europa (mil são do Porto, 600 de Lisboa, 200 de Coimbra e 250 do Algarve) e será organizado pelos irmãos Taizé e pelos secretários de pastoral juvenil e universitária do Porto. Tem como principal objectivo "festejar as fontes da alegria cristã", conforme disse o irmão David, um dos poucos portugueses representante da comunidade Taizé.

O programa do encontro incluirá actividades como workshops sobre a alegria, a profundidade da fé, a unidade em Cristo e a pobreza no Haiti. Haverá ainda fóruns musicais.

Algumas actividades estarão restritas apenas aos jovens que se inscreveram anteriormente, mas as iniciativas como workshops e orações de manhã e à tarde serão abertas ao público.

SAIBA MAIS

TAIZÉ

Comunidade de oração fundada em 1940, durante a 2.ª Guerra Mundial, em França, na aldeia de Taizé, local privilegiado para acolher refugiados.

3000

Foi o número de pessoas que se reuniu o ano passado em Poznan, na Polónia. Os jovens rezaram e mostraram-se disponíveis para Deus.

MORTE

Fundador e prior da comunidade Taizé, o irmão Roger acabou por ser assassinado por uma mulher no dia 16 de Agosto de 2005 enquanto rezava. 

Ver comentários