Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

PJ apanha 20 armas

O alerta chegou via Interpol e Europol: armas modificadas em Portugal já circulam na Europa. A Polícia Judiciária começou a localizar os fabricantes e ontem de madrugada rompeu pelo Bairro 6 de Maio, na Amadora. O principal resultado foram nove detidos e a apreensão de “20 armas de fogo e material de transformação”.
19 de Maio de 2006 às 00:43
PJ apanha 20 armas
PJ apanha 20 armas FOTO: Arquivo CM
Esta operação visava situações “localizadas e identificadas” e, ao contrário do que aconteceu no Bairro da Torre, em Loures, “não foi preciso fechar as saídas do bairro”, adiantou ao CM fonte policial.
Mas “há sempre cautelas a tomar”. E ao entrarem pelo Bairro 6 de Maio, às 07h00, os inspectores da Direcção Central de Combate ao Banditismo da PJ contaram com a cobertura do Corpo de Intervenção da PSP, que assegurou todo o “perímetro de segurança”.
Esta acção “não incidiu tanto na apreensão” e o grande objectivo “foi chegar ao fabricante e aos instrumentos para adaptação de armas”. A mesma fonte recorda que, “com o equipamento necessário” – vários componentes apreendidos ontem – é fácil converter “uma simples pistola de alarme numa arma de calibre 6,35 milímetros”.
Nas “dezenas de buscas realizadas”, para além das 20 armas apreendidas, entre pistolas e revólveres – quase todas adaptadas – a PJ apanhou ainda vários silenciadores, miras telescópicas e munições.
Os nove detidos, entre “portugueses e estrangeiros”, continuavam, à hora de fecho desta edição, a ser interrogados. E “as investigações vão continuar”.
Ver comentários