Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

PJ apanha grupo de traficantes

Começaram como simples distribuidores de droga, mas rapidamente perceberam que conseguiam melhorar o esquema em que estavam envolvidos e obter mais lucros. Assim, os cinco cabecilhas chegaram até a contratar dois "correios de droga" – os primeiros a ser apanhados, anteontem, quando chegaram a Portugal vindos do Peru. Após meses de investigação, a PJ de Aveiro conseguiu detectar a dupla e acabar com o esquema, prendendo todos os traficantes, que têm entre 21 e 26 anos.

13 de Julho de 2012 às 01:00
Cinco cabecilhas e dois ‘correios de droga’ foram detidos pela Polícia Judiciária de Aveiro
Cinco cabecilhas e dois ‘correios de droga’ foram detidos pela Polícia Judiciária de Aveiro FOTO: José Rebelo

Ao que o CM apurou, a rede estava a tornar-se cada vez mais complexa e a quantidade de droga envolvida estava a aumentar. A cocaína e o haxixe traficados eram provenientes da América do Sul, chegavam a Portugal de avião e eram vendidos principalmente em Aveiro, de onde os cinco mentores do grupo são naturais.

Os dois "correios" foram contratados em zonas estratégicas, na tentativa de despistar as autoridades. Porém, de nada adiantou. Quando chegaram ao aeroporto, os traficantes já tinham a PJ à sua espera. Um deles tinha droga escondida dentro de uma mala, embrulhada em peças de vestuário. O "correio" estava acompanhado de uma cúmplice, que tinha engolido vários sacos de estupefacientes. Os cinco cabecilhas da rede de tráfico – a quem não é conhecida ocupação profissional – foram detidos horas mais tarde pela Judiciária, numa operação que durou todo o dia.

'MULAS' VIVIAM LONGE DA ZONA DE MERCADO

Quando perceberam que os lucros podiam aumentar de forma considerável, os cinco mentores não hesitaram em montar um complexo esquema de compra e venda de droga, que incluía viagens de avião. Assim, contratavam "mulas" que faziam o transporte de droga da América do Sul até Portugal. Dessa forma, na tentativa de iludir as autoridades, os "correios" contratados eram sempre naturais de zonas distantes de Aveiro, o mercado de destino. Caso fossem apanhados, não teriam ligação aparente aos mentores da rede. Porém, a Judiciária acabou por apanhar um açoreano, de 21 anos, e uma mulher natural de Leiria, de 26.

Aveiro doses cocaína haxixe PJ grupo traficantes
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)