Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

PJ apreende heroína

O Departamento de Investigação Criminal da Polícia Judiciária em Portimão apreendeu 14 400 doses de heroína, equivalentes a mais de um quilo deste produto estupefaciente, e 250 doses de cocaína destinadas ao mercado de consumo final na região. A investigação, que se prolongava há vários meses, resultou ainda na detenção de uma mulher e três homens, dois dos quais ficaram em prisão preventiva.
11 de Agosto de 2009 às 00:30
Vale Judeu é o local onde se vende mais heroína no Algarve
Vale Judeu é o local onde se vende mais heroína no Algarve FOTO: Raúl Coelho

É a maior apreensão de heroína feita este ano no Algarve. A droga destinava-se ao mercado de venda final numa zona de mato em Vale Judeu (Loulé) e também a outro ponto de venda, mais recente, em Messines (Silves), que começa a atrair cada vez mais consumidores do Alentejo.

As primeiras detenções aconteceram em Junho, no terminal rodoviário de Sete Rios, em Lisboa. Dois homens, de 55 e de 31 anos, preparavam-se para viajar de autocarro até ao Algarve e levavam droga na bagagem.

O mais novo, que acabaria por ficar em prisão preventiva, é casado com a mulher que também foi detida, de 23 anos, por ter droga numa residência na zona de Almancil. Nos últimos dias foi detido um quarto suspeito quando saía do comboio em Messines. Tem 28 anos, estava na posse de droga e ficou em prisão preventiva. O suspeito mais idoso ficou sujeito a apresentações periódicas às autoridades na sua zona de residência e a mulher foi apenas constituída arguida, por tráfico de droga.

As autoridades há muito que combatem a venda de heroína na zona de Vale Judeu. Conhecem o esquema do transporte de droga de Lisboa e associam a rede a cidadãos cabo-verdianos, nacionalidade, aliás, dos suspeitos agora detidos.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)