Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

PJ caça dois estrangeiros por crimes económicos

Dois homens, de 64 e 48 anos, eram alvo de mandados internacionais de captura.
Miguel Curado 22 de Novembro de 2020 às 10:00
Inspetores da PJ fizeram detenções
Inspetores da PJ fizeram detenções FOTO: Pedro Catarino
A PJ, através da Unidade Nacional de Combate à Corrupção, anunciou este sábado ter detido dois estrangeiros, naturais do Camboja e do Brasil, condenados a penas de prisão por crimes económicos no estrangeiro.

Os dois homens, de 64 e 48 anos, eram alvo de mandados internacionais de captura. O mais velho foi condenado a uma pena pesada de prisão, aplicada por um tribunal de Macau. Foi julgado por corrupção ativa. Refugiou-se em Portugal e a Judiciária, através da partilha de informação internacional, encontrou-o a viver na zona de Lisboa. Já está na cadeia à espera de extradição.

O mais novo, brasileiro, foi apanhado na sexta-feira. Tinha sido condenado a cadeia no país de origem por crimes de branqueamento de capitais e fraude, cometidos no desempenho das funções de bancário. É ainda investigado em processos de corrupção envolvendo políticos. À semelhança do primeiro caso, foi presente ao Tribunal da Relação de Lisboa para se decidir a extradição. Estava este sábado a ser interrogado.

PJ Brasil Unidade Nacional de Combate à Corrupção Camboja crime lei e justiça crime económico
Ver comentários