Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

PJ do Porto paralisada

A Polícia Judiciária (PJ) do Porto está praticamente paralisada. A adesão à greve ronda os 98 por cento, um momento inédito naquela força de investigação criminal.”Apenas estão assegurados os serviços mínimos do piquete e cerce de 20 dos 248 funcionários vieram trabalhar”, disse ao CM o líder norte da Associação Sindical de Funcionários da Investigação Criminal.
24 de Novembro de 2010 às 10:27
porto, polícia judiciária, greve
porto, polícia judiciária, greve FOTO: José Rebelo

À porta da PJ cerca de 15 funcionários concentraram-se durante cerca de meia hora, numa acção simbólica que pretendia mostrar o descontentamento daqueles profissionais. “Pela primeira vez fazemos greve no mesmo dia em que está convocada uma greve geral. Metemos um pré-aviso próprio, mas o que pretendemos dizer ao país é que também estamos em luta”, continuou o mesmo responsável.

Os números de adesão à greve no resto do país ainda não são conhecidos, sabendo-se apenas que na região centro há também uma forte adesão.

porto polícia judiciária greve
Ver comentários