Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

PJ está pronta para responder a pedido de ajuda de Angola no caso Luanda Leaks

Empresária angolana Isabel dos Santos é a principal visada nos esquemas financeiros.
Lusa 23 de Janeiro de 2020 às 15:11
Polícia Judiciária
Polícia Judiciária FOTO: Diogo Pinto
O diretor nacional da Polícia Judiciária garantiu esta quinta-feira que está "preparada para responder a qualquer pedido" de investigação que seja feito por Angola através de canais adequados, nomeadamente o Ministério Público português e as autoridades judiciárias.

Confrontado pelos jornalistas à margem de uma conferência na sede da Polícia Judiciária (PJ), em Lisboa, sobre a possibilidade de o procurador-geral da República de Angola, Hélder Pitta Grós, vir a solicitar a intervenção da PJ na investigação relacionada com o caso "Luanda Leks", envolvendo a empresária angolana Isabel dos Santos, Luís Neves referiu que "o que vier a ser solicitado por via dos canais adequados" em Portugal terá uma "resposta pronta".

O diretor nacional da PJ salientou que "nessa matéria, como noutras, a PJ trabalha na dependência do Ministério Público (português) e das autoridades judiciárias", pelo que o que vier a ser pedido por essas vias à PJ, esta polícia "estará preparada para responder como sempre com todo o afinco e rigor, porque se trata de uma questão candente", prometendo nessa eventualidade "agilizar essa cooperação".

Angola PJ Luanda Leaks Ministério Público Polícia Judiciária crime lei e justiça polícia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)