Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Ex-chefe de gabinete de Pedro Nuno Santos investigado por tráfico de influências e corrupção

PJ explica em comunicado que o suspeito usava a influência decorrente do cargo para conseguir a celebração por ajuste direto, tirando benefícios monetários.
8 de Junho de 2021 às 15:03
Nuno Araújo,
Nuno Araújo, FOTO: CMTV
A Polícia Judiciária está a fazer, esta terça-feira, dez buscas em Penafiel e Guimarães por tráfico de influências e corrupção.  As deligências decorrem em Departamentos de Contratação Pública de diversos Municípios, numa empresa pública de gestão de águas. 

Um dos suspeitos é Nuno Araújo, o antigo chefe de gabinete do atual ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, quando este exercia funções de Secretário de Estado dos assuntos Parlamentares. 

"O mesmo usaria a sua influência decorrente do cargo para conseguir a celebração por ajuste direto, tirando benefícios monetários através de outra sociedade comercial, que igualmente controlava", pode ler-se.

"No inquérito investigam-se factos relacionados com a celebração, por ajuste direto, de aquisição de serviços entre uma sociedade comercial e os referidos municípios e a empresa pública",segundo o comunicado do DCIAP.

buscas penafiel guimarães tráfico influências corrupção
Ver comentários