PJ faz terceira detenção por roubos no Porto envolvendo o "gangue das scooters"

Aos três suspeitos, as autoridades imputam a prática de crimes de roubo agravado nas formas consumada e tentada.
Por Lusa|11.01.19
  • partilhe
  • 0
  • +
A Polícia Judiciária (PJ) deteve na noite de quinta-feira um homem de 37 anos que supõe ser o terceiro membro do "gangue das scooters", suspeito de cometer uma série de roubos à mão armada na cidade do Porto.

Segundo um comunicado de hoje da Diretoria do Norte da PJ, o suspeito é irmão dos outros dois alegados membros do grupo, um de 25 anos e outro de 33, que foram detidos em fins de dezembro de 2018, tendo todos antecedentes criminais por crimes da mesma natureza.

De acordo com o apurado nas investigações da PJ, os arguidos, deslocando-se em 'scooters' e atuando em grupo, terão praticado num primeiro momento, em setembro de 2017, sete roubos consumados e tentados a transeuntes e condutores de veículos sob coação e ameaça do uso de arma, que se revelou ser de 'airsoft', com a qual produziram danos nas viaturas.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!